Menu

26/07/2014

CARGO - O amor de um pai

  Caros fãs de zumbis e fãs de histórias emocionantes, lhes convido para assistir a junção perfeita das duas coisas e garanto que não ficarão decepcionados com este curta maravilhoso dirigido por Ben Howling e Yolanda Ramke.

  Eu recomendo este curta, não precisa ficar refletindo sobre ele depois, apenas assista, é legal, é emocionante, vale a penas gastar sete minutos para vê-lo.

  Em sete minutos, nos é apresentada a história de um pai infectado com o vírus zumbi que tenta salvar sua filha, ao menos, de si mesmo porque ele sabe que seu tempo é curto e que não há salvação para si e é essa sensação que você tem durante o filme, a sensação de ansiedade e temor pelo momento final.   Clique no Leia Mais, caso queria ler mais sobre minha impressão e comentários deste curta.   Embora eu não tenha me desfeito em lagrimas, no final do filme eu estava próxima de cair no choro e se não fosse a cena "my name is Rosie", eu teria escapado sem derramar uma unica lagrima.

  CARGO nos mostra sem a necessidade de qualquer fala - só tem UMA fala no filme inteiro e só esta fala, logo no inicio, já te deixa desconcertado, não só por identificar a pessoa, mas pelo estado do pai segundos antes - o quanto o pai esta abalado, sofrendo e o quão determinado ele estava em proteger sua filha de si mesmo quando ele se transformasse.

  Por mais satisfeita pelo fim do curta que eu tivesse ficado, não consigo deixar de pensar no "e se" que este filme me causou, pois e se ele não tivesse sido morto por aquelas pessoas e ficasse vagando por ai até, por algum motivo, sua filha caísse no chão ou se outros zumbis o encontrassem? São situações que o personagem deve ter cogitado em algum ponto, assim imagino, pois ele não tinha como evitar isso, logo tentou evitar aquilo que tinha ao seu alcance que era ele próprio tentar matar a menina.

  Indo até um ponto mais profundo, se realmente houvesse um apocalipse zumbi, as crianças pequenas seriam mortas rapidamente, afinal não sabem como se proteger e sua reação natural seria entrar em panico. Não é algo comum de ser retratado em filmes, são sempre mostrados adultos badass com armas destruindo os zumbis, não estou dizendo que deviam focar nos dramas e situações horríveis que aconteceriam realmente numa infestação de zumbis, apenas estou querendo que você pense um pouquinho mais além do que os filmes apresentam e é por isso que curtas como CARGO são tão preciosos, eles nos dão um outro lado, um realista e mais humano aonde você sabe que não tem saída (no caso do pai aqui, ele não tinha saída, além de aceitar que iria virar zumbi), o que quase nunca é visto num filme de zumbis porque, mesmo que haja alguns personagens morrendo, a gente sabe que os protagonistas vão se salvar, achar a cura ou durar o bastante para a franquia se estender e gerar mais lucros.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Os comentários são moderados, então não estranhe se seu comentário não aparecer imediatamente.