26/11/2015

Só pelo chester!

Não é nem dezembro e já tem lojas decoradas e até papai noel em shoppings e centros comerciais, consequentemente, já tem propagandas e parentes lhe questionando sobre o que você vai querer de natal e, francamente, isso me aborrece muito!


Creio que desde meus 16 anos a época de natal já não é tão empolgante quanto parecia ser e suponho que seja porque:

  • 1 - Não há mais o encanto de esperar que "papai noel" te traga presentes; 
  • 2 - Não há mais a surpresa de abrir os presentes e descobrir algo legal, afinal, você já sabe exatamente se vai ou não ganhar o que queria; 
  • 3 - Você simplesmente perdeu o interesse em curtir porque simplesmente tudo não passa de um encontro de família com uma decoração natalina; 
  • 4 - O que mais te agrada em tudo é apenas comer; 

E fora isso, o simples fato de que já "não posso" mais pedir pelos presentes que realmente quero me faz perder metade do animo natalino, pois mesmo que peça, não irei ganha-los porque o que quero é caro, muito caro, e, agora que já não sou mais criança e tenho consciência disso, é estupido pedir esperando ganha-los e é até motivo de recriminação eu pedir tais presentes sabendo que são caros.

Por isso, ver crianças pedindo presentes, me deixa aborrecida, em parte porque admito que as invejo, pois podem pedir e, na maioria das vezes, não são recriminadas por faze-lo, e em outra parte porque é simplesmente irritante ver como elas, por serem ainda muito pequenas para compreender que seus pais não conseguem/não podem/não querem comprar o brinquedo que querem porque é caro demais. O mais irritante é perceber que no final, a criança acaba tendo o que quer de um jeito ou de outro.

Ser criança no natal é tão bom e simples, você só diz o que quer (e você é bem especifica sobre o que quer) e espera até o dia da festa para se deliciar com seus presentes dados por pais ou familiares que irão dar para você exatamente (ou aproximadamente) o que você pediu. É claro, isso se aplica quando seus pais tem condições de lhe dar presentes, não vou ficar falando sobre crianças que não ganham presentes porque seus pais mal ganham um salario minimo, este não é o foco. O foco é que conforme se cresce, a gente percebe como o natal é mais uma data para reforçar o desejo consumista das pessoas (mais ainda das crianças) do que apenas um momento para se estar junto de familiares e amigos queridos e saborear um delicioso chester como é mostrado nas propagandas da coca cola.

No final, gostando ou não, natal é motivo para se dar e ganhar presentes, mas você só pode pedir o que quer quando se é criança, se for maior, então tem que apenas aceitar o que lhe é dado (na maioria das vezes é uma blusa ou algo que você estava precisando como material escolar) porque você sabe que as pessoas não tem condições de lhe dar o que quer de fato, afinal, você já não é mais criança e entende que tais coisas são caras demais ("Uma boneca de 180? Ta louca?!") para se pedir como presente de natal.


E o que mais me deixa irritada com essa parte de não poder pedir presente é que também não posso dizer "então me da dinheiro mesmo" para meus parentes, pois minha mãe me recrimina severamente se o faço. Poxa! Não posso, e nem quero mais, pedir presente, mas o que tem de tão grosseiro ou constrangedor em ser direta e pedir dinheiro? De um jeito ou de outro, você recebe um valor, pois presente são comprados com dinheiro, ora, e não vou pedir 100 reais que seria o minimo de uma calça jeans na Renner ou de uma figure genérica de um anime qualquer, só 20 no máximo. Não é algo constrangedor, simplesmente estou cortando a parte da pessoa ter que adivinhar o que eu provavelmente irei gostar de ganhar dentro da faixa que ela pode pagar.

Nessa parte de não poder pedir dinheiro entra outro cenário que acontece muito comigo que é o de não poder dar um plano para as pessoas. Você não pode simplesmente chegar e explicar o que é que você quer (essa parte é necessária porque da minha família, apenas eu sou otaku, logo, só para mim há diferença entre uma figure e uma barbie), dizer quanto custa ("sim, tia, é 100 reais pra cima, é que nem uma monster high") e propor para que este presente seja rachada entre a família ou que todas me deem uma parte do valor para eu mesma comprar o presente. Mas não! Não pode, é estupido, é mal educado fazer isso, só aceite o que ganhar e fique quieta.


Esta é a minha conclusão final sobre o natal: Se você não for uma criança ainda ignorante para o fato de que as pessoas não podem gastar tanto para lhe dar presentes porque eles são caros e você sabe bem disso, apenas só aceite o que você receber porque, ao menos, você ganhou algo, engula a força o que você realmente quer responder quando lhe perguntam o que você quer de presente e aproveite o chester, porque é só por isso o natal é bom agora, pelo chester!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Deixe um comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...