09/12/2013

A Balada de Mulan

É hora de apreciar uma das mais lindas histórias chinesas que muitos só conheceram depois do longa metragem lançado pelo estúdio Disney.


Qualquer um nascido na década de noventa em diante sabe o básico da história do filme Mulan lançado pela disney em junho de 1998 que, em poucas palavras, conta sobre a personagem Fa Mulan, uma jovem mulher chinesa que ao ver seu pai ser convocado para lutar na guerra contra os hunos, decide tomar o lugar dele no exército, assim tendo que se passar por homem, tanto para protege-lo quanto para assim trazer honra para sua família.

A Disney fez algumas mudanças na história original para poder encaixa-la ao filme, pois na original, Mulan passou doze anos no exercito e, obvio, não teve um grande e devastador clímax final como no filme e nada se fala se ela se apaixonou e foi correspondida por algum superior depois que revelou sua identidade como mulher. A lenda desta heroína começou na forma de um poema do século XV, que veio a se tornar uma canção popular, chamado A balada de Mulan, que sobreviveu por gerações na China, sofrendo adaptações ao longo do tempo, mas sempre contando como Mulan deixou sua família como mulher e trilhou seu caminho no exercito imperial como um homem. Abaixo você pode ler o suposto poema original:

A Balada de Mulan

Suspiro após suspiro,
Mulan tece diante de sua porta.

Ninguém pode ouvir o som do tear,
apenas os suspiros da pobre menina.

Pergunte-a quem está em seu coração,
ou quem está em sua mente.

Ninguém está em seu coração,
e ninguém está em sua mente.

Ela viu os rascunhos militares ontem à noite,
Khan está convocando muitos soldados.

Uma dúzia de listas rascunhadas,
cada uma com o nome de seu pai.

O pai não tem um filho crescido,
Mulan não tem irmão mais velho.

Ela decide adquirir um cavalo e sela,
e alistar-se em lugar de seu pai.

No mercado leste, ela compra um cavalo,
no mercado oeste, uma sela.

No mercado norte, ela compra um freio,
e, no mercado sul, um longo chicote.

À alvorada, ela se despede de seu pai e de sua mãe,
ao anoitecer, ela acampa às margens do Rio Amarelo.

Ela não podia ouvir os pais chamando pela filha,
apenas as águas do rio fluindo.

À alvorada, ela deixa o Rio Amarelo,
ao anoitecer, ela chega à Montanha Negra.

Ela não podia ouvir os pais chamando pela filha,
apenas os cavalos selvagens na vizinhança do Monte Yan.

Viajando dez mil milhas ao encontro da batalha,
passando montanhas e serras como se voando.


Ventos amargos carregam os sons do sino do vigia,
uma luz pálida brilha em sua armadura de ferro.

Generais morreram em uma centena de batalhas,
os soldados mais fortes retornaram após dez anos.

Eles retornaram para encontrar o imperador,
o Filho do Céu sentado no palácio imperial.

Ele recordou seus méritos em doze pergaminhos,
e concedeu centenas de milhares de recompensas.

O Khan pergunta a Mulan o que ela deseja,
um título de grande ministro não tem utilidade para Mulan.

Ela pede uma montaria rápida para levá-la a milhares de milhas,
e trazer a filha de volta para casa.


Quando pai e mãe ouvem sobre sua chegada,
eles se apoiam até o portão da cidade.

Quando a irmã mais velha ouve sobre sua chegada,
ela se adorna e a espera em sua porta.

Quando seu irmão mais novo houve sobre sua chegada,
ele afia a faca e prepara o porco e a ovelha.

Abram a porta de meu quarto ao leste, eu sento no sofá de meu quarto ao oeste.
Removo meu uniforme de guerra, e visto minhas roupas dos velhos tempos.

De frente para a janela, ela prende seus cabelos macios como nuvem,
no espelho, ela põe flores amarelas.

No portão, ela encontra seus camaradas,
eles ficaram todos surpresos.

Lutando juntos por doze anos,
eles jamais suspeitaram que Mulan fosse mulher.

Lebres macho gostam de chutar e pisar,
lebres fêmeas têm olhos enevoados e acetinados.

Mas se as lebres correm lado a lado,
quem pode dizer qual é ele ou ela?


Essa adaptação eu encontrei no Epochtimes.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Gostou? Não? Por quê? Me diz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...