25/06/2013

Universidade Monstros, um incrível retorno á infância!

Oh, meu saudoso coração! Roda logo o filme porque eu quero muito falar desse filme!!


Um marco da minha infância, com certeza, foi ter assistido "Monstros S.A." (2001) no cinema junto com minha mãe e minha prima, eu até chorei quando Boo teve que voltar para sua casa, mais ainda quando a porta foi destruída, ah, foi demais para mim... E pelo bom saudosismo que eu sinto por isso, eu fiquei muito ansiosa para assistir "Universidade Monstros" e não me arrependi nem um pouco de ter esperado uma hora para comprar meu ingresso!

Ao contrário do que o Heitor do cineplayer disse em sua critica, a falta da Boo, simplesmente, não interfere em nada, ela não era necessária aqui e nem fez alguma falta (para mim, ao menos). Minha parte favorita sem duvida são os acontecimentos finais a partir do ultimo jogo de sustos, eu vibrei com toda a maestria do susto nos adultos e fiquei mais feliz e fora de controle ao ver que a diretora não aceitou os dois de volta na universidade, ela continuou firme em sua decisão mesmo depois do feito inigualável dos dois, algo que não costuma acontecer num filme assim. Bem, acho que eles se formaram em alguma outra universidade depois disso, talvez, na Federal do Medo. Ah, e o jeito como Mike e Sulley conseguiram entrar na Monstros S.A foi demais! Achei algo até realista, visto que eles começaram num cargo nada a ver com o que queriam e depois de muito esforço, chegaram aonde desejavam.

Mike não consegue exatamente aquilo que ele sonhava, mas, depois de muita se negar a ver, consegue aceitar sua limitação e assim trabalhar para alcançar um posto dentro da empresa que tanto queria e se sentir bem com isso. "Nem tudo acontece como a gente quer, aceite isso!" essa é a lição que a Pixar passa através de Mike, tal lição é algo importante para as crianças e até para os adultos. Sinceramente, eu amei isso no filme, pois não é algo que se costuma ver em um filme infantil (diga o que quiser, este ainda é um filme para um publico infantil).
Randy Boggs
Uma coisa que pode ter pego alguns de surpresa enquanto outros já previam algo assim é a relação de Mike e Randall (que na verdade se chama Randy!). Randy era aquele aluno que queria ser parte da "turma legal" e fazia o que podia para conseguir, enquanto que Mike tão pouco ligava para isso e só se importava com passar nos testes e ser o melhor aluno. Embora diferentes, eles eram bons amigos, sendo que Randy ajudava o Mike nos seus estudos, mas essa suposta amizade foi colocada jogada para escanteio quando Randy conseguiu o que queria e Mike teve que se dedicar a sua equipe dos jogos de sustos, depois disso nem parece que eles já interagiram. Deu para ver durante a competição, o futuro Randall surgindo, aos poucos, sendo que no jogo final, ele declara sua rivalidade contra Sullivan (porque este se saiu melhor no teste do que ele). De coração, esse momento foi broxante! Poxa, essa rivalidade ardente do primeiro filme, teve um começa tão tosco e batido que eu nem sei o que dizer! Se bem que isso possível de ocorrer, mas francamente...

Adorei e recomendo para todos os fãs de animação e depois vejam o Monstros S.A. em sequencia, vai ser uma experiencia ótima. Eu vou comprar o DVD original quando sair, só para ficar assistindo repetidamente o grande susto de Mike e Sullivan, afinal, é de cair o queixo.

I see you again and go, go, go Oozma Kappa!

Nenhum comentário

Postar um comentário

Gostou? Não? Por quê? Me diz!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...